Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Ultimas Atualizações
GEOEDUCAÇÃO  (10-01-2017)
GEOPOLÍTICA  (10-01-2017)
PROJETO CAVERNA   (10-01-2017)




ONLINE
1





Partilhe este Site...

 

 

 

 

 

 

 

 Logomarca Bonito HI Hostel - Albergue da Juventude

  

     

 

 

 

 

 

 

 

 

   

PENSAMENTOS GEOGRÁFICOS do PIBIDIANO DE GEOGRAFIA JÚNIOR CESAR 

 

"Pra você que faz cara feia quando eu digo que faço GEOGRAFIA ou solta um "Hum, que legal" extremamente irônico...

Só tenho a dizer que a amplicidade dessa ciência me torna a cada dia uma pessoa melhor e aumenta ainda mais o meu amor pelas diversas Geografias que rodeiam a todos. ...   Minha graduação me permite ousar a te falar um pouco sobre o universo ou da formação da Terra. Posso te explanar sobre a dicotomia do urbano X rural ou te fazer me odiar falando de política.   Posso ainda demonstrar como a dispersão dos biomas estão intimamente ligados à composição do solo, ao clima e dentre outros fatores.   Posso te ensinar a diferença de clima e tempo e te fazer perceber o quanto é engraçado quando você diz "Como está o clima hoje?" e te aborrecer falando de economia ou dos males do capitalismo.   Posso mostrar rochas, minerais e o dinamismo das formas e estruturas do relevo.   Posso ainda, descobrir contigo outras cidades, estados, países e continentes, e outros planetas também!   Conto histórias também, do PR, do Brasil e do mundo e quebro a cabeça com problemas matemáticos da nossa amiga Cartografia.   Questiono os problemas da educação geográfica e modifico meu modo de ensinar, para despertar a busca sagaz em aprender Geografia.   São tantas ciências que a Geografia engloba, que posso ter me esquecido de algo que está ao meu domínio. Mas é isso, não existe uma ciência melhor do que a outra, mas se existisse, a Geografia seria uma forte candidata!   A Geografia mexeu comigo e me fez amá-la incondicionalmente.   Enfim, a Geografia é uma mãe que te acolhe e te faz refletir, questionar e propor soluções para o mundo. Ela está em toda parte, até mesmo dentro de você."

 

 

 

 

 

 

 


PROJETO PLANETA MENALTOR
PROJETO PLANETA MENALTOR

 

 

  

 

 

 

COLÉGIO ESTADUAL PROFESSOR MENELEU DE ALMEIDA TORRES

REGULAMENTO DO PROJETO PLANETA MENALTOR

1        - O referido projeto tem como nome oficial:

“Planeta Menaltor: pensar e agir globalmente e pensar e agir localmente.”

O título do projeto é uma referência ao nome do Colégio Prof. MEneleu de Almeida TORres e objetiva fundamentalmente desenvolver metodologias de ensino na área de geografia e demais disciplinas curriculares do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Ensino Profissionalizante, aplicando conceitos inovadores em relação ao processo ensino-aprendizagem e aos processos avaliativos promovendo novas dinâmicas na forma de promoção da cidadania.

 

2        – O Objetivo Geral do Projeto é:

Desenvolver práticas de estudos e dos conhecimentos geográficos a partir dos conteúdos de Geografia como conhecimento articulador dos saberes e relacionando com as demais disciplinas curriculares,  com a organização das(os) alunas(os) do 9º ano do Ensino Fundamental, 1ºs, 2ºs e 3º anos do Ensino Médio e dos 1º e 2º anos do Curso Técnico em Administração Integrado, do Colégio Estadual Professor Meneleu de Almeida Torres, em equipes que criarão e representarão países fictícios, reproduzindo as relações internas e externas entre as nações, continentes e organizações internacionais.

3                   - Objetivos específicos:

3.1  - Promover o exercício da cidadania a partir da gestão de um país fictício;

3.2  - Exercitar a democracia, as relações interpessoais e o trabalho em equipe;

3.3  - Mediar os conflitos que surgirão ao longo do projeto dentro das equipes (País), entre equipes (Países) e entre Continentes;

3.4  - Conhecer as estruturas governamentais de uma nação;

3.5  - Criar os elementos simbólicos de uma nação: bandeira, hino, moeda , selo e brasão;

3.6  - Promover palestras com profissionais das áreas de Comércio Exterior, Economia, Geopolítica, História, Militar e Direito Internacional para as(os) alunas(os) participantes;

3.7  - Aplicar os Desafios do Milênio promovidos pela ONU na gestão dos Países;

3.8  - Realizar exposições apresentando as características geográficas de cada país; 

3.9  - Aprofundar os conhecimentos nos mais variados ramos da geografia e demais disciplinas curriculares;

3.10        - Desenvolver a pesquisa como prática cotidiana no processo de ensino-aprendizagem;

3.11        - Promover a integração entre as(os) alunas(os) e entre as turmas do Colégio Meneleu;

3.12        – Conhecer a complexidade da gestão de um país;

3.13        - Aplicar a linguagem cartográfica como um dos instrumentos de planejamento de cada país.

4        - As equipes deverão cumprir a etapa I

2.1 – A ETAP I consiste em organização das equipes:

  • 2.1.1 - Cada equipe escolherá um nome fictício para o seu país;
  • 2.1.2 - Escolher as cores que representem o país;
  • 2.1.3 - Criar      bandeira;
  • 2.1.4 - Escolher a capital do país;
  • 2.1.5 - Elaborar um mapa do país com legenda e orientação;
  • 2.1.6 - Descrever os tipos de: relevo, clima, vegetação e      hidrografia;
  • 2.1.7 - Descrever as principais atividades econômicas do país;
  • 2.1.8 - Criar      moeda;
  • 2.1.9 – Criar      hino;
  • 2.1.10 – Criar      Brasão;

5        – O Planeta Menaltor  está dividido nos seguintes Continentes:

  • Primásia: Formado pelas turmas dos 1º  Anos do Curso Técnico em Administração Integrado  e 1ºs anos do Ensino Médio;
  • Secundérica: Formado pelas turmas dos 2º Ano do Curso Técnico em Administração e 2ºs anos do Ensino Médio;
  • Nonoropa: Formado pelas turmas dos 9ºs anos do Ensino Fundamental;       
  • Térfrica: Formado pelas turmas dos 3ºs anos do Ensino Médio;

6        – O Projeto será realizado durante os anos 2014, 2015, 2016 e 2017, podendo ser prorrogado conforme decisão dos países participantes e da Direção e equipe pedagógica do Colégio.  

7        – Para gerenciar os Planeta MENALTOR será criado um órgão internacional equivalente a ONU – Organização das Nações Unidas que será chama de OMT – Organização das Nações Menaltorianas.

7.1  - É uma organização internacional formada pelos países fictícios que foram constituídos para trabalhar pela paz e o desenvolvimento do Planeta MENALTOR.

7.2  – A ONRE é coordenada pelo Professor João Paulo Camargo e equipe pedagógica do Colégio Estadual Prof. Meneleu de Almeida Torres que são responsáveis pela organização das atividades relativas ao Projeto MENALTOR e possuem o cargo de Secretário Geral das Nações Menaltorianas.

7.3   - Todos os países do Planeta MENALTOR são filiados à OMT.

7.4   - A OMT também contará com a participação dos(as) alunos(as) que se disponibilizarem a participar desta entidade.

8        – Todos os países deverão desenvolver suas políticas públicas seguindo os Desafios do Milênio, propostos pela ONU, que são os seguintes:

8.1  – Acabar com a fome e a miséria;

8.2  – Educação básica de qualidade para todos;

8.3  – Igualdade entre sexos e valorização da mulher;

8.4  – Reduzir a mortalidade infantil;

8.5  – Melhorar a saúde das gestantes;

8.6  – Combater a AIDS, a malária e outras doenças;

8.7  – Qualidade de vida e Respeito ao Meio Ambiente;

8.8  – Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento;

9        – Todas(as) as(os) participantes do projeto deverão trabalhar em prol da Cultura pela Paz, da sustentabilidade socioambiental, respeitando as diversidades;

10    – A moeda para realização do comércio entre nações e estabelecer cotações será o “TORRENTES” simbolizado por $T e monitorada pela OMT, por meio do FUNDO MENALTORIANO INTERNACIONAL;

11    – Todos os países iniciarão o projeto com $T 500.000.000 (quinhentos milhões de Torrentes) e 5.000.000 (cinco milhões)  de habitantes; 

12    – Inicialmente $T 1,00 (um Torrente) possui a mesma cotação de uma unidade monetária de cada moeda das nações;

12.1 – Com o desenvolvimento do Projeto e o nível de desenvolvimento dos países haverá cotações diferentes de cada moeda em relação ao Torrentes;

13    – Os países se desenvolverão ou não conforme o comprometimento dos(as) integrantes com o Projeto e o seu país, onde receberão ônus ou bônus;

14     - Criado o país fictício, a equipe integrante deverá escolher o modelo de governo e eleger o representante legal do país bem como seus ministérios conforme as necessidades e os objetivos adotados pelo respectivo país;

15    – As normas para ganhar ou perder TORRENTES e POPULAÇÕES que serão as bases para medir o grau de desenvolvimento de cada país são as seguintes:

A – Em relação às faltas nas aulas de geografia a partir do 1º Bimestre de 2014:

  • Se todas(os) os(as) integrantes do País não apresentarem nenhuma falta durante cada bimestre receberão   10 MILHÕES DE TORRENTES e 10.000 HABITANTES;
  • De 1 a 2 FALTAS por bimestre,  receberão  5 MILHÕES DE TORRENTES e 20.000 HABITANTES;
  • De 3 a 5 FALTAS por bimestre, receberão 1 MILHÃO DE TORRENTES e 30.000  HABITANTES;

B – Em relação às médias na disciplina de geografia a partir do 1º Bimestre de 2014:

  • Se todas(os) integrantes do país obtiver média 10,0 o referido país receberá  50 MILHÕES de TORRENTES e 1000 habitantes;
  • Se a média estiver entre 9,0 a 9,5, o referido país receberá 30 MILHÕES de TORRENTES – 3000 habitantes;
  • Se a média estiver entre 9,4 a 9,0 o referido país receberá 20 MILHÕES de TORRENTES – 5000 habitantes;
  • Se a média estiver entre 8,9 a 8,5 o referido país receberá 10 milhões de TORRENTES – 7000 habitantes;
  • Se a média estiver entre 8,4 a 8,0 o referido país receberá  05 milhões de TORRENTES – 9.000 habitantes; 
  • Se a média estiver entre 7,9 a 7,0 o referido país receberá  03 milhões de TORRENTES – 11.000 habitantes;
  • Se a média estiver entre 6,9 a 6,0 o referido país receberá  500 mil  TORRENTES – 13.000 habitantes;
  • Se a média do país for inferior a 6,0 = o país perde 1 milhão de TORRENTES e aumenta 50.000 habitantes;
  • A turma que obtiver a maior média na disciplina de Geografia terá os seus países contemplados com: $T 10.000.000 ( Dez milhões de Torrentes)  e 50.000 habitantes;

 C – Em relação à entrega de trabalhos na disciplina de geografia:

  • O país em que todos(as)  entregarem os trabalhos e atividades no dia previamente marcado receberão $T 500.000,00 (Quinhentos mil Torrentes);
  • Caso  alguém da equipe não entregue os trabalhos ou atividades, o país não recebe nenhum benefício e perde $T  10.000,00 (Dez mil Torrentes);

D -  Em relação ao uniforme na disciplina de geografia:

  • Aluno(a) sem uniforme na aula de geografia, o país perde $T 5.000,00 (Cinco mil Torrentes) e ganha 1.000 habitantes;

E -  Em relação a ato de indisciplina:

  • Ato de indisciplina no ambiente escolar de qualquer membro o país perderá $T 1.000.000,00 (um milhão de Torrentes);
  • OBS: Em caso de Suspensão  de qualquer membro, o país  perderá $R 1.000.000.000,00 (Um bilhão de Torrentes) e  a população aumentará em mais 500.000 (Quinhentos mil habitantes);

F – Em relação às atividades de pesquisa e/ou trabalhos realizados em sala de aula ou em casa:

  • Para cada pesquisa concluída e apresentada no caderno de todas(os) os(as) participantes do respectivo país receberão $T 50.000,00 (Cinquenta mil Torrentes)  e 10.000 habitantes;
  • Caso não apresente o país perde $T 20.000,00 (Vinte mil Torrentes) por aluna(o);

Obs: Algumas  pesquisas e atividades serão postadas no site: www.profjopa.com e na página do facebook https://www.facebook.com/joaopaulo.camargo.9847, cabendo a cada país acompanhar as informações postadas nestas mídias.

 12 – Pontuações Bônus

  • A(O) integrante do país que passar no vestibular (vestibular de inverno ou verão) e/ou obtiver  maior pontuação no PSS receberão $T 200.000.000 (Duzentos milhões de Torrentes)  por aluna(o);
  • País que desenvolver e aplicar projetos nos temas dos Desafios do Milênio, conforme ítem 5 deste regulamento,  receberão $T 1.000.000.000.000 (Um Bilhão de Regentes) e mais 100.000 habitantes;
  • Algumas pontuações bônus serão relacionadas às enquetes postada no site www.profjopa.com;
  • Outras pontuações serão criadas conforme o desenvolvimento do projeto e serão organizadas pela OMT;

13    - Na medida do possível, situações reais que ocorrerem no Mundo serão reproduzidas proporcionalmente ao Planeta Menaltor;

14    – O G-07 é o Grupo dos 7 países mais poderosos economicamente e será composto pelos 7 primeiros países que apresentarem o maior PIM  (Produto Interno Menaltoriano)  o equivalente ao PIB real  conforme pontuação obtida ao longo das atividades;

  • Os países membros do G-07 poderão ser substituídos conforme seu desempenho ao longo do Projeto, ou seja, poderá ceder a vaga para outro país que supere o seu PIM;

15    – As normas referentes a este regulamento sofrerão alterações na medida em que o Projeto for desenvolvido e conforme as necessidades;

16    – Todos os países membros da OMT, poderão sugerir novas ideias e atividades;

17    – Qualquer proposta das Nações Menaltorianas deverão ser encaminhadas em papel oficial do país à OMT (Organização das Nações Menaltorianas);

18    – Os casos omissos serão analisados pela Secretaria Geral da OMT.

  

 

topo